POSTAGEM 96: Uma baranga no "mundo das ideias" de Platão?

EXERCÍCIO RESOLVIDO

Você se lembra daquela musiquinha que “bombou” nas paradas de sucesso em 2009, “Teorema de Carlão”, do grupo Pedra Letícia? Vamos resolver hoje um exercício que se baseia na imagem feminina retratada na letra desta canção. Mas antes, vamos nos divertir um pouquinho assistindo um vídeo que utiliza a música como tema:





Observe, abaixo, um trecho da música Teorema de Carlão:

E veja aquela moça, aquela bem “baranga”/ Ela diz ''pobrema'', ela tem bigode/ Sem falar na pança/ Tente entender.../ Ela quer ser feliz como você/ Ela também tem coração/ Então faça uma boa ação:

Pegue uma baranga/ Diga que a ama/ Chama pra assistir DVD/ Detone a Juliana Paes/ Critique a Alinne Moraes/ Declama: eu prefiro você!

A figura feminina sugerida por essa letra corresponde à imagem de mulher que habita o mundo inteligível pro-posto por Platão na conhecida Alegoria da caverna? Justifique sua resposta.


RESPOSTA POSSÍVEL:
Não. O filósofo grego Platão, em sua conhecida Alegoria da caverna, defende a existência de dois mundos: o sensível (que percebemos através dos nossos sentidos e acreditamos ser a realidade) e o inteligível, ou mundo das ideias, onde, segundo ele, existia o que realmente podemos chamar de “verdade”, ou seja, tudo aquilo que não podemos mudar. Neste mundo, teríamos um único exemplar absolutamente perfeito de tudo que existe no mundo sensível. Portanto, o exemplar de “mulher” que habita o mundo das ideias (mulher idealizada) não pode ter defeitos, como a personagem da apresentada em Teorema de Carlão.


 
l