POSTAGEM 15: “Uma canção em que minha mãe se reconheça”

Olá internauta. Faltam 85 dias para o ENEM e essa é a nossa postagem de número 15. Hoje vamos estudar mais um exercício que cobra as Funções da Linguagem. É bom que você, candidato, fique atento a este assunto. Ele aparece em inúmeras questões do ENEM. Leia o texto, prazerosamente:


Canção amiga
Eu preparo uma canção,
em que minha mãe se reconheça
todas as mães se reconheçam
e que fale como dois olhos.
[...]
Aprendi novas palavras
E tornei outras mais belas.
Eu preparo uma canção
que faca acordar os homens
e adormecer as crianças.
ANDRADE, C.D. Novos Poemas. Rio de Janeiro: Jose Olympio, 1948.(fragmesto)

A linguagem do fragmento acima foi empregada pelo autor com o objetivo principal de
a) transmitir informações, fazer referencia a acontecimentos observados no mundo exterior.
b) envolver, persuadir o interlocutor — nesse caso — o leitor, em um forte apelo a sua sensibilidade.
c) realçar os sentimentos do eu lírico, suas sensações, reflexões e opiniões frente ao mundo real.
d) destacar o processo de construção de seu poema, ao falar sobre o papel da própria linguagem e do poeta.
e) manter eficiente o contato comunicativo entre o emissor da mensagem, de um lado, e o receptor — de outro.

GABARITO: D
COMENTÁRIO DO LÉS!: O exercício pedia ao candidato que usasse o conteúdo das Funções da Linguagem na resolução. A letra A está falsa, pois se refere à Função Referencial da Linguagem, que em nenhum momento aparece no texto. Da mesma forma, a alternativa B também não deveria ser marcada, pois versa sobre a Função Conativa ou Apelativa, que também não pode ser contemplada. A assertiva C poderia confundir o candidato, pois retoma o conceito da Função Emotiva que até aparece no texto, mas em menor intensidade. É importantíssimo que o candidato atente para o trecho do enunciado que pede o “objetivo principal” da linguagem empregada pelo autor. E este “objetivo principal” aparece na alternativa D, a única que fala da Função Metalinguística, que é a predominante no texto, já que Drummond discorre acerca do fazer poético. A assertiva E também está incorreta, pois se refere à função fática, que tem o objetivo de testar o canal (também chamado de contato).



 
l