POSTAGEM 36: "Eu quero uma casa no campo"

Olá internauta. Faltam 64 dias para o ENEM e essa é a nossa postagem de número 36. Na postagem de hoje, teremos muita música e pouco papo. O Arcadismo pode ser divertido, mas fica muito mais interessante com as músicas abaixo sugeridas. Acima dos vídeos, o que cada uma das músicas sugere. Vamos curtir os vídeos e aprender cantando...

VÍDEO 01: JEITO DE MATO (Paula Fernandes)
O QUE VOCÊ PODE ENCONTRAR: Bucolismo
TRECHO MAIS IMPORTANTE: “Sim, dos teus pés na terra nascem flores / A tua voz macia aplaca as dores / E espalha cores vivas pelo ar / Sim, dos teus olhos saem cachoeiras / Sete lagoas, mel e brincadeiras / Espumas ondas, águas do teu mar”.

VÍDEO 02: VIDA BOA (Victor & Leo)
O QUE VOCÊ PODE ENCONTRAR: Aurea mediocritas
TRECHO MAIS IMPORTANTE: “Tenho tudo aqui / Umas “vaquinha” leiteira, um burro “bão” / Uma baixada ribeira, um violão e umas “galinha”. / Tenho no quintal uns “pé” de fruta e de flor / E no meu peito por amor, plantei alguém”.

VÍDEO 03: TEMPOS MODERNOS (Lulu Santos)
O QUE VOCÊ PODE ENCONTRAR: Tempus fugit
TRECHO MAIS IMPORTANTE: “Hoje o tempo voa amor / Escorre pelas mãos / Mesmo sem se sentir / Não há tempo / Que volte amor / Vamos viver tudo / Que há pra viver / Vamos nos permitir...”

VÍDEO 04: VAMOS FUGIR (Skank)
O QUE VOCÊ PODE ENCONTRAR: Fugere urbem
TRECHO MAIS IMPORTANTE: “Vamos fugir! / Deste lugar, / Baby! [...] Prá onde eu só veja você / Você veja a mim só / Marajó, Marajó / Qualquer outro lugar comum / Outro lugar qualquer... / Guaporé, Guaporé / Qualquer outro lugar ao sol / Outro lugar ao sul / Céu azul, Céu azul...”

VÍDEO 05: ALÉM DO HORIZONTE (Jota Quest)
O QUE VOCÊ PODE ENCONTRAR: Carpe diem e locus amoenus
TRECHO MAIS IMPORTANTE: “Onde a gente pode / Se deitar no campo / Se amar na relva / Escutando o canto / Dos pássaros... / Aproveitar a tarde / Sem pensar na vida / Andar despreocupado / Sem saber a hora de voltar...”

VÍDEO 06 CASA NO CAMPO (Elis Regina)
O QUE VOCÊ PODE ENCONTRAR: Locus amoenus
TRECHO MAIS IMPORTANTE: “Eu quero uma casa no campo / Onde eu possa ficar no tamanho da paz / E tenha somente a certeza / Dos limites do corpo e nada mais / Eu quero carneiros e cabras pastando solenes / No meu jardim”.





 
l