FVM (08/03): Mulher, sempre mulher





Mulher, sempre mulher
Vinicius de Moraes e Antonio Carlos Jobim

Mulher, ai, ai, mulher 
Sempre mulher 
Dê no que der 
Você me abraça, me beija, me xinga 
Me bota mandinga 
Depois faz a briga 
Só pra ver quebrar 
Mulher, seja leal 
Você bota muita banca 
Infelizmente eu não sou jornal 

Mulher, martírio meu 
O nosso amor 
Deu no que deu 
E sendo assim, não insista 
Desista, vá fazendo a pista 
Chore um bocadinho 
E se esqueça de mim

Não deixe de comentar e avaliar esta postagem. Precisamos SEMPRE do seu retorno. Desde já agradecemos.


 
l