Quem tem cacife para falar de Literatura?

Olá...

Todos nós sabemos que os blogs e canais do YouTube sobre Literatura estão na moda pela Internet. A maioria deles contém, principalmente, resenhas de livros e curiosidades sobre o mercado editorial. É óbvio que esta iniciativa fomenta a leitura, principalmente no que se refere ao público jovem, mas, infelizmente, anda aguçando também a "espiritodeporquice" de alguns desocupados que começaram a criticar as pessoas mantenedoras desses espaços virtuais.

A crítica se dá pelo fato de que os "b(v)logueiros", na maioria das vezes, não têm uma formação acadêmica e por isso não poderiam falar sobre o assunto. A discussão já vem de longe, mas recentemente foi aquecida pelo vídeo de Tatiana Feltrin (do blog TINY little ThInGs) que além de dar a sua opinião, lançou um desafio para os internautas com as seguintes perguntas: 1) Quem (ou o que) determina quem tem cacife ou não para falar de literatura? 2) As pessoas que não conhecem teoria literária podem falar sobre literatura?

Muitos responderam através de postagens ou vídeos (você encontra um link logo abaixo) e as opiniões são as mais diversas e interessantes. Vamos assistir ao vídeo da Tatiana? Aperte o play:





O Literatura éshow! difere da maioria desses blogs, pois é mantido por um professor de Literatura. Mas creio que não foram apenas os cinco ano que passei no curso de Letras, nem os treze que ensino essa disciplina que me dão cacife para postar alguma coisa e, vez ou outra, emitir minha opinião sobre algumas obras e/ou autores.

O que faz alguém ter cacife para falar de Literatura é a intimidade que esse alguém tem com ela. A teoria é importante, sim, mas mais importante é o contato, a vivência, imersão no mundo da leitura. Já vi muitos professores (universitários, inclusive) que têm menos experiência literária que muitos jovens. Sabem muito sobre algumas obras e autores, mas no frigir dos ovos, só sabem isso. Já tive alunos que leem/leram MUITO mais do que eu, e disso não me envergonho.

Caso eles, ou qualquer outro, queiram manifestar sua opinião pessoal sobre o que leram, que o façam!  Não só podem como DEVEM falar de Literatura! Estamos numa democracia ou não estamos? E que muitos falem! Para que muitos sejam falados! Para que os acadêmicos conheçam a última "modinha" (que amanhã poderá se tornar um grande clássico) e o leitor de "modinha" conheça os autores canonizados.

Para terminar, eu gostaria que os leitores dessa postagem também se manifestassem, respondendo as perguntas da Tati. Pode ser? Se antes quiserem dar uma olhada nas inúmeras respostas ao vídeo que estão no YouTube, é só clicar aqui...

Não deixe de comentar e avaliar esta postagem. Precisamos SEMPRE do seu retorno. Desde já agradecemos.


 
l