Verso da Prosa #004: "Vermelho amargo", de Bartolomeu Campos de Queirós



Para ouvir ou baixar o Episódio nº 4 do "Verso da Prosa", clique aqui.

Edição
Editora Cosac Naify. Primeira edição.
Apresentadores
Leobaldo Prado.
Estéfani Martins.
Debatedores
Carla Damas, professora de Literatura e Redação.
Luciene Teixeira, professor de Literatura e Redação.
Músicas
1 – Michel Legrand – Trilha sonora do filme “Summer of ’42” (“Houve uma vez um verão”) – 2001 – Tema principal.
2- Baden Powell – “Pixinguinha 100 anos” – 1997 – “Naquele Tempo”.
3- Milton Nascimento – “Clube da esquina” – 1972 – “Cais”.
4 – Paco de Lucia – “Concerto de Aranjuez” (Joaquin Rodrigo) – 1991 – “Adagio”.
5 – Enrique Morente – Morente+Flamenco – 2010 – “Nana de la cebolla”
6 – Compay Segundo e Omara Portuondo – “Buena Vista Social Club” – 1997 – “Veinte anos”.
7 – Rubén González – “Chanchullo” – 2000 – “Quizás, quizás, quizás”.
8 – Gal Costa – “Gal e todo vapor” – 1971 – “Como 2 e 2”.
9 – Ney Matogrosso e Raphael Rabello – “À flor da pele” – 1990 – “As rosas não falam”.
10 – Milton Nascimento – “Clube da esquina” – 1972 – “Tudo o que você podia ser”.
11- Raphael Rabello – “Todos os tons” – 1992 – “Retrato em Branco e Preto”.
12 – Astor Piazzolla – “Obvilion” – 1999 – “Oblivion”.
13 – Gal Costa – “Gal e todo vapor” – 1971 – – “Vapor Barato”.
14 – The Beatles – “The Bealtes” (“White album”) – 1968 – “Mother nature’s son”.
15 – Tim Buckley – “The dream belongs to me” – 2004 – “Sing a song for you”.
16 – Sam Cooke – “Ain’t that good news” – 1964 – “A change is gonna come”.
Referências teóricas
1 – “O abraço” – Lygia Bojunga.
2 – “A farmácia de plantão” – Jacques Derrida.
3 – Entrevista com Bartolomeu Campos de Queirós – porta Uai Minas.
4 – Programa Vereda Literária – Entrevista com Bartolomeu Campos de Queirós.
5 – “Menino do mato” – Manoel de Barros.
6 – “O estrangeiro” – Albert Camus.
Indicações
1 – “Pastoral americana” – Philip Roth.
2 – “Por parte de pai” – Bartolomeu Campos de Queirós.
3 – “Apanhador no campo de centeio” – J. D. Salinger.
4 – “Menino de engenho” – José Lins do Rego.
Quadro – Pergunte à Literatura.
Já não tão excepcionalmente, neste episódio, a Literatura foi madrasta mais uma vez e não respondeu as perguntas de nossos ouvintes ou nós, como leitores, precisamos estar mais amiúde com ela. Enfim, um dia, o quadro volta.

Não deixe de comentar e avaliar esta postagem. Precisamos SEMPRE do seu retorno. Desde já agradecemos.


 
l